Visitante número

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O QUE MOVE OS HOMENS?



Ontem à noite pensei: o que move os homens? Qual é a motivação para vivermos? O que realmente nos move? Cada um certamente pensa em algo: filhos, o amor, minha carreira, meu desejo de não ser apenas mais um ou até mesmo construir um império. E muitos não pensam em nada.

Freud diz que o sexo nos move. Adler diz a vaidade. Jung a transcendência. Intelectuais nos dizem isso e aquilo. Talvez a morte nos dê este impulso de realizarmos nossos ideais, nossas vontades. A morte nos dá movimento.

Metas a seguir? Planos a realizar? Sonhos a se concretizar? Reconhecimento perante a sociedade. Busca-se uma identidade. Exercemos vários papéis a todo o momento. Cobranças pessoais. Um carrasco interno dentro de si. Ninguém precisa dizer o que temos que fazer ou não fazer. Basta tu mesmo se esgotar.

Continuo a questionar: o que nos move a cada instante?

4 comentários:

Gi.. disse...

Pergunta intrigante, instigante.
Talvez o que nos mova é o anseio de sabermos o que de fato nos move, ou nos movemos mesmo quando parados, movemo-nos mesmo depois de mortos.
Talvez a busca por aquilo que acreditamos estar perdido, e não está, já que gosmos de nos enganar.
Boa caminhada em busca das respostas, se é que há respostas.

berenice disse...

Olá Rodrigo.
Interessante seu questionamento, que é o de todos afinal.

Já postei algo parecido, não tão profundo, mas a intenção do que "nos move" foi a mesma. Se quiser dar uma olhada, fique à vontade: http://blogdaberenice.blogspot.com/2008/05/vida-movimento.html

Gostei daqui, seus textos são demais! Já coloquei nos favoritos, voltarei mais vezes!

Bjs

Rodrigo Barbosa Urbanski - O Grito disse...

Giovanna
É uma questão intrigante mesmo. Se formos parar para pensar em questões da mesma linha, estamos perdidos acredito. Perdidos no sentido de ficarmos loucos. Não ficamos loucos(regra) porque são poucos que refletem sobre as essencias dos seres humanos,demasiados...
Obrigado pela visita.

Rodrigo Barbosa Urbanski - O Grito disse...

Obrigado pela visita Berenice. Vou visitar sim seu blog.
Até mais